Templates da Lua

20090114

Devaneio Vespertino.



Pra não chorar
Pego o bonde que passeia pela cidade
E tão logo já sinto saudade
Penso que amanha à tarde
Encontrarei a paz
Tanto faz
Se os dias são iguais
Preciso sonhar ainda mais.

Jamais havia notado
como ainda nascem flores pela cidade
flores pela metade
neste instante já não tenho mais idade
nem identidade
me apego ao momento, já com saudade
de atravessar tranqüilo, mais uma tarde
sentado no bonde, pelo centro da cidade.



E nesta história toda é que me pergunto.
Quantos dias já se passaram?
Por quantas vezes eu fugi do assunto?
Quantos planos ainda nos restaram?

E neste vazio o silêncio me perturba.
Toque mais uma canção ou apenas me assuma.
Junte alguns pedaços, se construa.
Siga em frente, encontre alguém que o leia
e não apenas o resuma.



Vinicius Ribeiro.