Templates da Lua

20081220

Tu és parede.



Ora parede
se o vazio agora tu és quem cerca,
estenda se por hora pelos corredores a fora.
Segue teu rumo parede.
Tijolo por tijolo reconstrua um outro mundo.
Volte ao pó da terra ou proteja-nos dos males da guerra.
Sejais sincera com o futuro que te espera.

Se mova parede
Não será o teu silêncio que te manterás em pé.
Tenha fé, porque tu apenas escutas parede.
E nada falarás.
Como de nada valerá ser parede
se o vazio na certa
é tudo o que agora tu cercas.

Contemple esta porta que está em ti parede.
E por ela Fuja.
Deixes de ser tão dura.
Pois quando quebrares o silêncio que vos tortura.
Poderás assim saciar a tua sede.
E neste dia enfim tu deixarás de ser apenas parede.



Vinicius Ribeiro