Templates da Lua

20111226

Homogêneo



À todas as lagrimas que se enterram em um único sorriso
E à neblina que acumula a fumaça de todos os maus dias
Tentamos ser ilusionistas ...

E à fé que se sustenta entre goles de vinho e pensamentos antes proibidos;
À todas as noites e portas ao indicarem uma outra única saída
Consagrou se o ilusionista!



Assim somos feitos ilusionistas;
Se enterramos todos esses mortos, extinguimos obsoletos sentidos falsos;
Ao criar a perfeita visão de você... Morrer, crescer e nascer.



Na bagunça da minha vida
Em alguns antigos trilhos de trem
Na conversa das vizinhas
Na consistência da madrugada minha
Sejais fiel assim
E que sejas o vento
E que sopre
E grite
E se apaixone por mim.



Vinicius Ribeiro.