Templates da Lua

20111111

... em vermelho.



Teu sangue escorreria enfim por entre meus dedos e medos
Desaguaria em meio aos poros de minha pele úmida
Até circular em minhas veias inteiras, quentes e vermelhas.

E sangraria aos rios, lagos, mares e oceanos
Incontáveis milagres no espírito de minh’alma pura
Desfazendo se em prantos, banhos e cantos.

Santo e louco, teu sangue agridoce
Traria a mim um novo sopro de vida
Novas experimentações e sentidos.

E com este sangue ainda escreveria poemas
Em diversas prosas de amores
Seria morfina em cada uma de tuas veias incolores.



Vinicius Ribeiro.