Templates da Lua

20110709

Passos n'água

Amanheceu ás 16 horas da tarde:
- O cansaço é divino! E já não há mais nenhum remédio para a dor.
A minha fome agora é outra.
Deus não ama o pecado, mas sempre acolhe o pecador.

Sentindo frio e o calor eu disse á todos os meus pensamentos:
- Vamos lá! Comecemos a sair deste lugar.

O medo desaparecera pouco á pouco:
- Houvera um estado meditativo, um verdadeiro ponto de equilíbrio.
Tranqüilo como o fundo da caverna;
Estrelas, novos passos, opacos, espaços e paraísos.
Tudo aquilo verdadeiramente derramado em volta de mim.
Memórias reconstruídas em células e respostas exatas que me recuso e recluso, escuso, sozinho, pouco á pouco eu as refiz.

Foi pra isso que um dia mesmo ainda ao longe eu havia te reconhecido; E lhe oferecido um fogo com água, e ventos em estado sólido.
Lógico que faz sentido. Logo eu havia aprendido:
- Há um caminho de aventura sem amargura ou curvas escuras, impuras em fúrias, nem baixas alturas ou culpa nenhuma.
Adormeci calado o meu estado, eternamente fissurado pela luz do meio dia.
Eu sabia o que havia encontrado. Salvo enfim!

Senti, nenhum caminho é proibido, sem ti, ainda estaria anoitecido.
E á noite me tornaria um novo esconderijo;
O etéreo silêncio de mim mesmo...
em corredores os assuntos que nunca me esqueço.

Mas acontece que agora faço amor ao invés de tomar café;
E até hoje minhas pernas não me sustentam. Atenda me essa prece!
- Adormeça entre meus braços, estenda se o inverso desta pressa.
Além do que, refiz o mesmo caminho de ontem a fim de me reencontrar com a tua insólita presença. Esqueça do avesso o sinal de qualquer mínimo gole de solidão!

Sabe se ainda que com tua fogueira desfigurastes para sempre o inverno.
Surge uma nova estação!
- Cada vírgula deste poema carrega em si a leveza que enterra em mim os mais puros sentimentos.
Licor de canela, afáveis momentos separados em coleções. Em excursão através das melhores horas da madrugada.
Fantástica condição humana!

Apertei meus olhos, respirei três vezes;
- Haja pedaços de fé em todas as partes da ciência;
Consciência!
Em verdade vos digo só o pensamento é abrigo.
Esconderijo do mundo;
O inicio de tudo!



Vinicius Ribeiro.