Templates da Lua

20081105

No Inicio.

Tudo eram trevas
Tudo era dúvida
mudo e abstrato
sujo e misturado.

Criamos a vida
trouxemos para a luz
começamos puros
chegamos ao caos.

Ao caos dos dias em que evoluimos
e começamos a morrer
Ganhamos o mundo
perdendo nossas almas.

No inicio tudo era confuso
Imensamente profundo
tudo era no fundo uma esperança
ainda tinhamos fé.

E a fé nos guiava
aos primeiros passos
no solo do principio
da longa caminhada a pé.

Com o pé no futuro
construimos o mundo
nos separamos entre vários muros
ganhamos a liberdade
perdendo a sensibilidade.

De verdade
No inicio nada era em vão.
Tudo era uma mágica confusão
ainda tinhamos um coração.


Vinicius Ribeiro
5 de novembro de 2008