Templates da Lua

20130805



(descafeinado)



Pedrada na vidraça que embaça
De vez em todo dia
O espírito mira
E flecha idéias abissais
Tais como o teu nome
Longe do senso comum
Recorda mais ou menos
O novo tempo
Pra essa sede ensopada
Em rios, em veias suaves  
Em nome da tal felicidade
Passo e fico
Pacifica
Mais ainda.