Templates da Lua

20130819






Pedi um copo vazio
Mais ou menos às três e quinze
Segundos antes do tempo se concretizar
Em versos desajeitados como nós
Só pra conceber o estrago
Morre o desespero
Do peito rasgado
Que falou por horas em silêncio
Do teu mistério
Passou perto
Quieto em voz alta
Aquela tarde morava na conversa
Sem pressa exprimia desprendimento
Vértebra a vértebra
Que chova aquela nuvem
Na mente com fome de sede
À madrugada ensolarada
Mais que isso
Quem sabe?
Um dia



(fará mais sentido)