Templates da Lua

20100621

Veneno.



Dentro de um copo de vinho
O velório de um anjo sozinho.
Silenciosos passos;
Pedaços e mordidas.
Fora de vez do seu próprio ninho
A memória de um anjo do diferente caminho.
Valiosos vasos;
Espaços e feridas.
Do lado escuro no caminho perdido
Um poema acinzentado no antigo pergaminho.
Defeituosos laços;
Abraços e partidas.
Em cima do livro mais antigo
Escrito com palavras sem sentido.
Numerosos braços;
Passos e armadilhas.
Em baixo do buraco vazio
Pedidos de socorro e carinho.
Monstruosos espasmos;
Afagos e preguiça.



Vinicius Ribeiro.