Templates da Lua

20090213

Caçadores de Nuvens.



Algumas pessoas olhavam para o céu e só viam as nuvens.
Outras iam além e viam nelas uma gota de esperança,
que dança pra quem espera estar protegido de todas as suas lembranças.
Os amigos olhavam através do vidro para verem o dia mais bonito.
E as crianças no alto viam cavalos em carrosséis;
Nuvens desenhadas com pinceis.
A viúva se propunha a pensar em como a vida era infinita.
De como mesmo sendo branca,no céu, cada nuvem parecia particularmente colorida.
E uma jovem senhora me dizia que era jovem pois vivia sem as horas.
Ora, que o tempo passava eu já sabia quando olhava para o céu algumas nuvens ligeiramente já partiam.
E por breves espaços de tempo o céu azul era o tapete que cobria o chão do alto, não o do asfalto. O chão ao contrario.
No meu imaginário, o chão pode estar no céu e as nuvens sempre macias por debaixo das solas dos meus pés.
Como quiser, se você consegue ver através das nuvens.
E saberá que o dia não termina enquanto o último leão não ruge.
Em meio as luzes, a nuvem se apaga quando a madrugada enfim por último aqui lhe surge.
Ainda é possível que nunca mais chova.Apenas ouça!
O sonhador olhava para o céu e só via alegria.
Nas nuvens, que sempre aparecem e se parecem,escurecem e desaparecem;
Anoitecem com o possível fim do dia.
Enquanto esperam a lua, que nunca foi minha.
E era lá, que hoje e para sempre, eu gostaria de estar.



Vinicius Ribeiro.