Templates da Lua

20081231

Auto – obituário.


Quando por mim fui encontrado morto,
foi por pouco que não morri também,
pensei “Que sufoco”!
Estou ficando louco,mas aquele só pode ser eu.
No breu,nada eu via,
mas certo estava que nenhum sinal de vida havia
Os vermes tomavam conta da carne,
que correspondia cada vez mais macia,
Sobre minha póstuma vida nada ela dizia
Não continha nenhuma marca
da carga que por tanto tempo carreguei.
Será que agora eu me livrei?
Ainda não sei.
Mas não pareço estar feliz.
Não foi assim que eu aprendi;
Então continuei a refletir.
E quanto mais os vermes o meu corpo devoravam,
mais eu sentia que pro fim me encaminhava.
Não era o fim que eu queria pra mim!
Entende?Daqui eu posso ver o meu rim
e isso não poderia ser assim.
Talvez isso seja um sinal.
Um tanto quanto mortal.
Tenho certeza que não é normal.
Nunca pensei em meu próprio corpo velar
nem enterrar,
ou sentar no chão e me ver morrer;
Na minha frente,eu não parecia nada contente
Mesmo que eu tente
Ou lamente
e impotente ignore olhar para o lado
pra não ver meu próprio corpo sepultado
Este realmente parece ser o meu legado
Ou enfim de uma parte mim
que vai pra terra
e nem ao menos me espera dizer adeus.
Oh meu Deus,então assim foi o meu fim
ou pelo menos de uma parte de mim.



Vinicius Ribeiro.